Bem-vindo ao website da Schneider Electric

Bem-vindo ao nosso site.

Pode selecionar outro país para consultar os produtos disponíveis ou aceder ao nosso website global para obter informações sobre a empresa.

Escolha outro país ou região

    • Fatos diretos sobre reciclagem de resíduos perigosos de equipamentos elétricos

    Default Alternative Text
    Bomba de vácuo típica para remover gás SF6 de equipamentos elétricos de MT ou AT Previsões indicam que o consumo de SF6 pode aumentar até 50%, por volta de 2030 no setor elétrico.

    Como equipamentos de média e alta tensão (MT e AT) desativados devem ser corretamente reciclados? Depende se houver gás hexafluoreto de enxofre (SF6) envolvido no processo. O SF6 é um gás causador do efeito de estufa usado como meio isolante e meio em disjuntores dentro de interruptores, disjuntores, e outro equipamentos de transmissão e distribuição de energia elétrica em MT e AT. Embora o SF6 ofereça vantagens em aplicações tecnológicas, ele torna-se um resíduo perigoso no final de sua vida útil. Governos em todo o mundo requerem que às regulamentações de descarte de equipamentos sejam cumpridas fielmente e impõem multas severas para o caso de não cumprimento das regulamentações.

    Quando equipamentos elétricos chegam ao fim de sua vida útil, e que contém subprodutos sólidos e gasosos da decomposição de SF6 como HF, SO2, SO2F2 e SOF2, que são tóxicos e corrosivos. Peneiras moleculares específicas colocadas dentro de compartimentos com SF6 absorvem a maior parte desses subprodutos gasosos. Entretanto, uma pequena quantidade de subproduto em pó pode, algumas vezes, se acumular em forma sólida.

    Porque que a indústria elétrica usa SF6?

    A análise do ciclo de vida de tecnologias com SF6 e tecnologias sem SF6 mostrou que ambos têm perfis de pegada de carbono semelhantes. ,Entretanto, a tecnologia baseada em SF6 tem vantagens concretas em termos de segurança, facilidade de manutenção e continuidade operacional. Além disso, o SF6 permite compactação e é eficaz em ambientes agressivos. Previsões indicam que o consumo de SF 6 pode crescer 50% até 2030 no setor elétrico.

    Como o SF6afeta o meio ambiente?

    Em seu estado puro, o SF6 não é um material perigoso, porque não é uma substância que agride a camada de ozônio, nem é venenoso para seres humanos, plantas ou animais. Entretanto, ele representa uma ameaça como agente de aquecimento global. A entidade Global Warming Power (GWP) classifica o SF6como um gás de efeito estufa, o Protocolo de Quioto exige que as nações em todo o mundo monitorem o seu uso.

    O SF6tem o maior GWP de todos os gases e tem um tempo de vida na atmosfera de 3200 anos. Mas devido ao processo de reuso em ciclo fechado eficaz e a abordagem de reciclagem agressiva da indústria elétrica, o SF6 continua a ser uma das soluções tecnológicas menos nocivas e é o menor contribuinte para o aquecimento global dos gases de efeito estufa.

    O processo correto: Reciclagem o SF6 nos equipamentos de MT e AT

    Seguir o processo adequado do fim de vida do SF6 ajuda a proteger o meio-ambiente e oferece uma taxa de reciclagem de 98%, tornando a substância disponível para reutilização em equipamentos elétricos. A conformidade com as regulamentações também contribui para a redução das emissões de carbono.

    Lançar uma iniciativa de descarte de SF6 começa com uma auditoria próximo do seu final de vida; a auditoria é a base para desenvolver um plano de descarte e de reciclagem.

    Proprietários de equipamentos elétricos selecionam um parceiro treinado e certificado em descarte/reciclagem para gerenciar o processo.

    Ao desmontar o equipamento, os gestores de resíduos segregam e armazenam o SF6, cobre, alumínio e ferro em recipientes separados. Usando uma bomba de vácuo e válvulas específicas para a tarefa, os operadores podem extrair de o SF6 forma segura.

    Em um centro de reciclagem, processos de purificação removem a água, ar, e as pequenas quantidades restantes subprodutos tóxicos e corrosivo.

    De acordo com regulamentações nacionais ou regionais, somente empresas licenciadas e autorizados em resíduos perigosos podem manipular, transportar, reciclar ou destruir SF6. A coleta, transporte e desmantelamento de equipamentos elétricos desativados está sujeita a códigos regulamentadores, com orientações restritas sobre documentação, identificação, embalagem e manipulação segura.

    Que tipo de assistência de reciclagem está disponível para os proprietários de equipamentos elétricos?

    A tecnologia de SF6 incorporada em equipamentos elétricos não é uma ameaça para o planeta, desde que os proprietários do setor elétrico sigam o processo correto de ciclo fechado. Os proprietários subcontratam frequentemente o processo de descarte de resíduos perigosos no final de vida. Assim, envolver um parceiro experiente e capacitado, com um programa detalhado e implantado para o final da vida útil, elimina a preocupação e o risco dos proprietários de equipamentos elétricos.

    A Schneider Electric responde as preocupações sobre reciclagem de SF6, como explicado no white paper “Reciclagem de final de vida de equipamentos com SF6, para média e alta tensão”.
    Saiba mais