Bem-vindo ao website da Schneider Electric

Bem-vindo ao nosso site.

Pode selecionar outro país para consultar os produtos disponíveis ou aceder ao nosso website global para obter informações sobre a empresa.

Escolha outro país ou região

  • O que as concessionárias de energia precisam saber sobre migração para a Rede Elétrica Inteligente

Texto Padrão Alternativo
A convergência da TI e OT.

A meta para qualquer concessionária que investe em tecnologia de Rede Elétrica Inteligente é obter maior eficiência e desempenho confiável. No centro dessa evolução está a convergência da tecnologia de operação (OT) e da tecnologia da informação (TI), que muda todos os aspectos das operações de uma concessionária.

Para compreender a dinâmica da OT e da TI

Em termos básicos, a OT compreende os ativos da infraestrutura física da rede elétrica e a TI é a interface humana que capacita a tomada de decisão rápida e bem informada.

Hoje, a Rede Elétrica Inteligente está transformando as operações das concessionárias de energia e empurrando a TI através de sua fronteira tradicional em direção à OT, em um ritmo notável. O crescimento da modernização da rede elétrica está conduzindo a maneira como as concessionárias de energia estão implementando equipamentos e automação, influenciadas por essas tendências:

  • Crescimento contínuo na implementação da OT
  • Implementação contínua da TI para modelar, monitorar e administrar sistemas de distribuição
  • Uma necessidade urgente para integrar redes de TI e de OT

Integrar TI e OT

A convergência da TI e OT significa juntar aplicativos e dispositivos de novas maneiras, e unir sistemas que eram operados principalmente de forma isolada. Junto com o crescimento da quantidade de dispositivos e das maiores funcionalidades, unir esses sistemas gera uma integração em uma nova escala.

Tratar as necessidades das redes de distribuição integradas de TI/OT requer avanços nas comunicações, seguir normas expandidas, e focar a arquitetura e a segurança. Os pontos a serem considerados incluem:

  • Comunicações e Protocolos – Os universos de TI/OT integrados envolve uma federação de redes que combinam infraestrutura pública e privada, e integram tecnologias abertas baseadas em normas, como IP, com soluções proprietárias e antigas existentes. Nenhuma concessionária em operação consegue projetar sua infraestrutura de comunicação a partir do ponto zero; entretanto, é importante para manter os parâmetros que suportam a OT em aplicações críticas para garantir confiabilidade, disponibilidade, segurança e desempenho previsível.
  • Normas – Desenvolver normas de interoperabilidade tem um papel fundamental e suportar a modernização da rede. Grupos nacionais, industriais e comerciais estão contribuindo para estabelecer as definições e especificações para conectar dispositivos da rede elétrica. Já há processos implantados para fechar lacunas nas normas atuais.
  •  
  • Arquitetura – Além de tratar os requisitos principais da confiabilidade, segurança e desempenho, a nova arquitetura de rede elétrica inteligente de TI/OT deve suportar a integração dos sistemas corporativos existentes dentro da modelagem, monitoramento e ambiente de gestão da rede. Como acontece com a infraestrutura das comunicações, nenhuma concessionária em operação consegue projetar e implementar sua arquitetura a partir do zero. Mas já existem roteiros para arquiteturas comprovadas na indústria para ajudar as concessionárias de energia durante o processo de projeto.
 
Transformando-se para uma operação de Rede Elétrica Inteligente
 
A mudança para a Rede Elétrica Inteligente é uma evolução, e não uma revolução. A mudança começa com uma simples conscientização da influência significativa da TI nos equipamentos operacionais.
 
Em seguida vem o reconhecimento de uma necessidade para criar um plano claro, de longo prazo, para uma rede mais inteligente. Tendo o plano como guia, uma abordagem de TI/OT convergida permitirá que o pessoal da concessionária implemente cada projeto de aplicação de modernização da rede elétrica como uma parte da totalidade conectada.
 
Finalmente, o pessoal da concessionária deve considerar cuidadosamente as decisões que envolvem os sistemas da rede. Implementar um sistema de gestão de distribuição avançada (ADMS) ajudará uma concessionária a ter sucesso em obter a aceleração da tecnologia de TI/OT.

Mais informações sobre a preparação para a smart grid está disponível no white paper "Como a convergência de TI permitiu o desenvolvimento Smart Grid"
Saiba mais